greve

Caixas e Escriturários de BH dizem não ao acordo salarial de 2 anos

Por: Caixas e Escriturários do PSO BH 1, BB, em greve

Somos caixas executivos e escriturários em greve do PSO BH 1. Somos a linha de frente da greve, com cerca de 80% de paralisação, dos 172 funcionários do setor. Somos contra a proposta indecente que está sendo elaborada pelos bancos e sindicalistas na mesa de negociação. Além de não repor a inflação do último ano, a proposta valida um acordo por 2 anos, situação que amarra a nossa mobilização e trava a negociação no sentido de expansão de quaisquer direitos ou garantias nesse período. Não podemos permitir isso.

O setor que mais lucra no Brasil, mesmo durante a crise econômica, quer impor aos bancários um arrocho salarial como o do período FHC. Após 2 anos, dificilmente os bancos irão sequer repor a inflação acumulada.

Não lutamos só por reajuste. O BB deve fazer propostas específicas. Somente em 2015, se aposentaram 300 caixas devido ao programa de aposentadoria incentivada, e não houve a reposição das vagas. Isso cortou os quadros das dependências e sobrecarregou os funcionários remanescentes. Hoje, nos PSOs de todo o Brasil, temos centenas de escriturários trabalhando sem a devida comissão de caixa e seus direitos. São cada vez menos caixas atendendo e com o mesmo volume de transações, cada vez mais sobrecarregados e expostos ao risco operacional.

A intenção dos banqueiros é reduzir ainda mais nosso setor, redirecionando usuários e os clientes que fogem do seu perfil de interesse negocial para as lotéricas e correspondentes bancários, terceirizando o serviço que deve ser executado por funcionários de carreira. Isso é um desrespeito aos bancários e à população, querendo os banqueiros se isentar da função social em que os bancos comerciais devem atuar.

Por tudo isso, defendemos a continuidade da greve até que tenhamos um reajuste digno, que contemple especialmente escriturários e caixas que são a base da greve. Exigimos propostas claras e concretas que contemplem os problemas gerais e específicos aqui apresentados.